MS: Exportações de carnes sobem e superávit de 2021 passa dos US$ 3 bilhões

Sem categoria

A balança comercial de Mato Grosso do Sul chegou ao superávit de US$ 3,302 bilhões em agosto de 2021. O montante é 15,3% superior ao mesmo período do ano passado e resultado do aumento das exportações aliado a alta do dólar.

Houve crescimento nas vendas das carnes bovina, de aves e suína ao mercado externo.

Em agosto, a carne bovina despontou como terceiro principal produto da balança comercial, sendo responsável por 12,8% das exportações. Em termos de faturamento, o crescimento da venda ao mercado externo passa dos 26% entre janeiro e agosto de 2021, comparado ao mesmo período do ano passado.

As carnes de aves aparecem como o quinto produto mais exportado no Estado, com aumento de 24,6% em relação ao ano passado. E as carnes suínas aparecem em 12º, com crescimento de 45% nas vendas ao mercado externo.

Os dados são do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados em Carta de Conjuntura elaborada pela Semagro.

Titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) o secretário Jaime Verruck explica a importância do aumento das exportações e como impacta positivamente na economia estadual.

“Esse aumento na demanda por carnes está dentro da lógica de desenvolvimento que queremos para o Estado, de novos mercados e agregação de valor para a nossa matéria prima. Nos bovinos, essas exportações são importantes para dar o equilíbrio de preços, considerando a escassez de animais para abate, para viabilizar o preço no mercado interno”, explica.

A soja em grão aparece como primeiro na pauta de exportações, sendo responsável por 39,4% do total no Estado. No faturamento com as exportações há aumento de 27,9%. A celulose aparece em terceiro com queda de 11% nas exportações, influenciado pelo preço do produto no mercado externo.

Em relação aos produtos importados, Mato Grosso do Sul continua com a pauta concentrada na importação de gás boliviano, mas com queda de 0,70% no faturamento do combustível comprado da Bolívia nos oito primeiros meses de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado.

A China se mantém como principal parceiro internacional de Mato Grosso do Sul, sendo responsável por comprar 49,9% de tudo que o Estado exporta.

Em 2021, elevou em 16% as importações do Estado, seguido pelos Estados Unidos que aumentaram 53% a compra de produtos estaduais e representam 5,13% do mercado.

Fonte: Imprensa Semagro MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *