Boi gordo: mercado segue em ritmo lento, à espera da retomada dos embarques à China

Notícias

Preços da arroba abrem a semana estáveis; em SP, o boi gordo segue valendo R$ 302/@, enquanto a vaca e novilha prontas para abater são negociadas por R$ 285/@ e R$ 299/@, respectivamente, segundo a Scot Consultoria.

O mercado brasileiro do boi gordo abriu a semana em ritmo lento, aguardando uma resposta (favorável) em relação aos embarques de carne bovina à China, que seguem suspensos desde o início de setembro, depois da confirmação de dois casos atípicos de vaca louca (Encefalopatia Espongiforme Bovina-EEB)  no Brasil (em Minas Gerais e no Mato Grosso).

Na visão dos analistas da Agrifatto, o não posicionamento do governo chinês até o fim desta semana “pode trazer consequências desastrosas aos embarques de outubro/21”.

“A China continua a não dar nenhum indicativo oficial de que quando irá suspender as restrições”, relatou a Agrifatto em boletim divulgado na manhã desta segunda-feira, 20 de setembro. “Cabe a ressalva de que a China passa por um calendário conturbado neste momento, com feriados nesta e na próxima semana”, acrescenta a consultoria.

Apesar das indefinições em relação ao mercado chinês, nesta segunda-feira, 20 de setembro, os preços da arroba ficaram estáveis na maioria das regiões brasileiras, informam as consultorias que acompanham diariamente o setor pecuário.

Nas praças paulistas, o boi gordo segue valendo R$ 302/@, enquanto a vaca e novilha prontas para abater são negociadas por R$ R$ 285/@ e R$ 299/@, respectivamente (preços brutos e a prazo), segundo dados da Scot Consultoria.

Recentemente, a Arábia Saudita revogou a suspensão das compras de carne bovina do Brasil – esse embargo havia atingido cinco unidades de abate em Minas Gerais.

“As expectativas agora são de que as vendas para China deverão ser retomadas o mais breve possível”, relata a IHS Markit, que ressalta o importante papel do Brasil no fornecimento de carne bovina ao país asiático, além da conjuntura atual do mercado global da proteína, que enfrenta um quadro de escassez de oferta e de preços elevados da matéria-prima.

Enquanto isso, continua a IHS, os preços da arroba bovina seguem fragilizados, apesar da estabilidade da arroba registrada nesta segunda-feira na maioria das regiões pecuárias.

Porém, especialmente no Mato Groso, segundo apurou a IHS, as indicações de compra oscilaram entre os campos positivo e negativo nesta segunda-feira, “o que sugere que a pressão baixista já dá sinais de enfraquecimento”.

No atacado, as vendas de carne bovina evoluem de maneira cadenciada, e os preços continuaram estáveis nesta segunda-feira.

Cotações máximas desta segunda-feira, 20 de setembro, segundo dados da IHS Markit:

SP-Noroeste:
boi a R$ 304/@ (prazo)
vaca a R$ 293/@ (prazo)
MS-Dourados:
boi a R$ 302/@ (à vista)
vaca a R$ 286/@ (à vista)
MS-C.Grande:
boi a R$ 300/@ (prazo)
vaca a R$ 288/@ (prazo)
MS-Três Lagoas:
boi a R$ 298/@ (prazo)
vaca a R$ 285/@ (prazo)
MT-Cáceres:
boi a R$ 285/@ (prazo)
vaca a R$ 278/@ (prazo)
MT-Tangará:
boi a R$ 287/@ (prazo)
vaca a R$ 278/@ (prazo)
MT-B. Garças:
boi a R$ 287/@ (prazo)
vaca a R$ 276/@ (prazo)
MT-Cuiabá:
boi a R$ 286/@ (à vista)
vaca a R$ 276/@ (à vista)
MT-Colíder:
boi a R$ 285/@ (à vista)
vaca a R$ 273/@ (à vista)
GO-Goiânia:
boi a R$ 286/@ (prazo)
vaca R$ 279/@ (prazo)
GO-Sul:
boi a R$ 288/@ (prazo)
vaca a R$ 278/@ (prazo)
PR-Maringá:
boi a R$ 300/@ (à vista)
vaca a R$ 286/@ (à vista)
MG-Triângulo:
boi a R$ 304/@ (prazo)
vaca a R$ 288/@ (prazo)
MG-B.H.:
boi a R$ 293/@ (prazo)
vaca a R$ 281/@ (prazo)
BA-F. Santana:
boi a R$ 291/@ (à vista)
vaca a R$ 281/@ (à vista)
RS-Porto Alegre:
boi a R$ 303/@ (à vista)
vaca a R$ 288/@ (à vista)
RS-Fronteira:
boi a R$ 303/@ (à vista)
vaca a R$ 288/@ (à vista)
PA-Marabá:
boi a R$ 286/@ (prazo)
vaca a R$ 283/@ (prazo)
PA-Redenção:
boi a R$ 284/@ (prazo)
vaca a R$ 283/@ (prazo)
PA-Paragominas:
boi a R$ 287/@ (prazo)
vaca a R$ 285/@ (prazo)
TO-Araguaína:
boi a R$ 283/@ (prazo)
vaca a R$ 275/@ (prazo)
TO-Gurupi:
boi a R$ 286/@ (à vista)
vaca a R$ 276/@ (à vista)
RO-Cacoal:
boi a R$ 276/@ (à vista)
vaca a R$ 268/@ (à vista)
RJ-Campos:
boi a R$ 295/@ (prazo)
vaca a R$ 281/@ (prazo)
MA-Açailândia:
boi a R$ 288/@ (à vista)
vaca a R$ 265/@ (à vista)
Por Denis Cardoso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *